sexta-feira, 9 de maio de 2014

Costanza&Marilu

Vocês estão acompanhando os vídeos que estão sendo postados no Youtube com as incríveis Costanza Pascolato e Marilu Beer?
Não??? Cliquem aqui para ver os que já foram lançados.



O release explica tudo sobre o projeto e pode ser visto em sua íntegra no Consuelo Blog, aqui.
Abaixo somente uma pincelada:

"Costanza&Marilu mostra as amigas Costanza Pascolato, a papisa da moda no Brasil, e Marilu Beer, artista plástica, em bate-papos descontraídos, divertidos e absolutamente surpreendentes.
Costanza, italiana, e Marilu, argentina, são amigas desde que chegaram ao Brasil, há 50 anos, e viveram muitas histórias juntas. Estas histórias, além de conversas sobre os mais variados assuntos, são a espinha-dorsal de Costanza&Marilu
Os episódios terão temas determinados por uma letra, seguindo a ordem alfabética: A, para Agora, B, de Brasil, e assim por diante. 
A cada programa as amigas – ambas com 74 anos – evoluem no tema, num tom que só a intimidade da longa convivência proporciona,  sempre num sofá diferente – selecionados por Marilu e que vão desde uma peça antiga de R$ 70 mil ao sofá de seu neto. 
Com previsão inicial de 23 episódios para a TV, Costanza&Marilu chega primeiro ao público virtual através de um canal exclusivo no YouTube em 70 mini-episódios de 5 a 8 minutos."


Estou adorando os vídeos! Elas são engraçadas, modernas, icônicas, têm opiniões fenomenais.
O vídeo de hoje (08/mai) foi D de Dinheiro e, perguntada sobre alguma loucura comprada, Costanza diz: "Comprei um sapato que sabia que jamais poderia usar, só para ficar olhando. É uma questão de valores."


Concordo tanto!!!! Ou seja, cada um sabe o que é importante para si.
Sou totalmente incompreendida na minha família (rs) por conta das peças de moda que adquiro. Todo mundo acha loucura gastar tanto em um sapato Valentino ou em uma bolsa Lady Dior, mas eu sei o prazer que eles me dão só de tê-los por perto para admirar... E no caso específico desses dois itens, o caso é mais para olhar mesmo: são dificílimos de usar no dia a dia.

Nos últimos tempos a Dior está em cima da minha escrivaninha, enfeitando, como decoração e para eu me lembrar que não preciso de mais nada, que qualquer ideia de exclusividade e qualidade já está suprida.

Mas a gente sempre consegue se encantar por algo mais, não é? Já sei que vou ganhar de Dia das Mães a clutch de maçãs e fecho de táxi amarelo da Kate Spade.
E ela irá, igualmente, ornamentar minha escrivaninha. <3