terça-feira, 18 de março de 2014

Texto: Primeira pessoa

Blogueira convidada: Marise Toschi


No dia em que você foi embora não arrumei a cama, não lavei a louça, não reguei as plantas.
Fiquei sentada, de cabeça vazia, diante da televisão. Esperei.

De noite, dormi de luz acesa, temi os insetos, desafiei os espíritos. Rezei.

Depois, não tomei água, não passei creme, não fiz as unhas.
Comi chocolate, joguei paciência, faltei no trabalho. Chorei.

Então, a vida virou um tabuleiro de xadrez: casas brancas, casas pretas, dias bons, dias sombrios.
Respirei.

Um dia, coloquei flores em um vaso, cuidei do corpo e saí.
Não para encontrar ninguém, mas para aproveitar o presente e ser minha melhor companhia.
Me encontrei.