quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Autoestima

Esta semana topei com um link da Dove sobre self-esteem [este aqui: Selfie]. Todas nós já vimos algum vídeo ou alguma propaganda Dove com esse tema e, mesmo que no fundo haja um lance publicitário, os vídeos são realmente fantásticos.
Em português só há dois gravados e um em inglês legendado. Mas os ingleses sem tradução são falados de forma pausada, é fácil acompanhar se você tiver alguma experiência nessa língua.

Posso lhe pedir 5 minutos para ver três vídeos que vão fazer seu dia ficar muito, muito mais alegre?


Câmera tímida é meu preferido, olha que graça! É para pensar muito, acho que não vai existir uma mulher que veja esse vídeo sem se identificar imediatamente com essa neurose de achar que nunca está bem, que está feia, que não quer aparecer na foto.

Neste link a difícil pergunta "o que você mais gosta no seu corpo?". E o resultado lindo que existe quando é outra pessoa que faz a avaliação.

O legendado é este, que mostra o resultado de um desenho falado a partir da descrição de uma mulher sobre si mesma e o desenho dessa mesma mulher sendo descrita por terceiros.


Nos achávamos tão lindas quando crianças, porque quando adultas temos que sofrer tanto com o próprio julgamento? E, além disso, um julgamento mordaz e viciado?


Acho que aos 50' não deveríamos mais ter essa preocupação, afinal, já deu para ver que o mundo das revistas e das modelos é algo irreal para quem passou dos 20 e, ainda mais, para quem formou uma família.

Se eu estou feliz com minha aparência? Olha, há dias que sim, há momentos que não. A gente sempre poderia estar 5 kg mais magra, não é? rsrs
Sério, sabe o que acho? Que quem nos ama não vê os pequenos defeitos, não fica olhando rugas ou qualquer outra imperfeição. Quem nos ama vê o sorriso, e é nessa alegria que deveríamos focar todos os dias.
Beijos, queridas entas fantásticas!