terça-feira, 9 de outubro de 2012

Revista TPM

Vocês conhecem a TPM - revista Trip Para Mulheres?
É uma revista bárbara, foge completamente dos estereótipos de revista feminina, aquelas que falam todo mês de dieta, filhos, sexo, moda, psicologia e culinária, instruindo a leitora com seus "10 passos para ..." (coloque aqui qualquer coisa, desde se vestir bem, educar filhos, conseguir casamento, fazer bolo, emagrecer 15 quilos em dias, etc.).

A TPM é crítica, feminista, política. Mas não chata. Pelo contrário: as reportagens são sempre interessantes, em ângulos não óbvios.

Bom, tudo isso para comentar um artigo deles, o "Eu não visto 38. E daí?".
Nele li uma coisa estarrecedora com a qual não nos atentamos no dia a dia:

"De acordo com um levantamento da antropóloga norte-americana Jean Kilbourne, que analisa a imagem do corpo feminino na publicidade há mais de duas décadas, somos bombardeadas a cada semana por cerca de 3 mil anúncios publicitários que trazem modelos (mulheres ou homens) extremamente manipulados por programas de edição de imagem. Gente sem uma ruga, cicatriz ou imperfeição – além de serem quase sempre pessoas brancas e extremamente magras, cujo biotipo “small” (pequeno) diz respeito geneticamente a apenas 5% da população. Depois disso, como é que os outros 95% vão se sentir normais?"

Pessoal, somos bombardeados com 3 mil anúncios com modelos perfeitos por semana!!! Depois disso, é claro que quando você se olha no espelho dá insatisfação, como se só você estivesse "fora do padrão" da sociedade. E na realidade não é nada assim.

Com isso em mente, acho que o melhor a fazer é olhar mais ao redor e menos para os anúncios e editoriais de revistas. Podemos estar a anos luz dos modelos retratados (e photoshopados), mas acredito que estamos bem próximos ao visual de nossas amigas, nossos parentes, das pessoas que cruzam nosso caminho diariamente: ou seja, das pessoas reais.

Dá para viver mais leve com essa consciência, não dá?  :)
_________________________________________________________________________________

Este mês as capas da TPM são da Luiza Brunet e sua filha Yasmin (você escolhe qual capa levar), com um Especial envelhecimento: juventude é virtude e velhice é defeito? Por que mulher fica velha e homem charmoso?


Nas bancas: TPM # 125 / Outubro 2012. Vou ler, com certeza.