sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Ao vivo não é tão bom (I): Bolsa Furla

Diariamente acompanho sites, blogs, notícias, tudo que se refere a moda. Com isso, muitas vezes fico encantada com peças fotografadas e que não temos aqui, e ainda por cima querendo muito as danadas...
Nesta última viagem à NYC procurei alguns itens-desejo e em alguns casos me decepcionei demais quando os vi ao vivo.

O que você acha desta bolsa abaixo?
Tenho de confessar que estava 100% apaixonada por esse tom de verde escuro, diferente de tudo, chamado por eles de peacock-green (verde pavão).


Da marca italiana Furla, as bolsas parecem um bauzinho e lembram o modelo Speedy da Louis Vuitton. São feitas em um tipo especial de PVC, macio, resistente, colorido e prometem um acabamento impecável.

Essa coleção é conhecida pelo nome de Candy, por estar disponível em diversas cores que lembram balas/doces.




Lindas, não são?

Bom, fui certa de comprar uma nesta viagem, pois já havia quase encomendado via e-commerce, e encontrei uma seção da Bloomingdale's repleta delas. E não é uma bolsa cara: custa cerca de US$230 lá nos Estados Unidos. 

Porém, não gostei dela quando peguei na mão: muito pesada!!! E muito "plástica" também. E ainda por cima são extremamente transparentes. E molengas.
Apesar da beleza das cores, a minha impressão foi de uma grande lancheira.
Decepção...

Lição para aprender a não confiar demais em fotos e editoriais. 
:(