sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Moda festa

Ontem, durante uma Formatura de 3° Colegial, tive oportunidade de reparar bastante na moda festa.
A quase totalidade das meninas usavam as temidas saias bandage curtas, com saltos altíssimos. E estavam lindas!
O que nos leva à reflexão: nada como usar a moda certa na idade certa.

As MÃES, por outro lado, eram um grupo heterogêneo: vestidos, calças compridas, blazeres, brilhos, couros, sapatos de todos os formatos e tipos de salto.

O que ficou claro nessa moda 40'-50': as mais bonitas eram as mais magras. Sorry. Lamento MESMO, ainda mais que estou bem gordinha [ :((( ], mas na moda essa é a realidade.

E as mais discretas também ganharam pontos. A barra feita na altura dos joelhos foi a que vestiu melhor, com toda certeza.
O pior da noite foram as mães de mini-saia ou de vestidos muito decotados.

Gente, vamos deixar a exposição excessiva para quem tem bastante colágeno e elastina, está combinado? Passou dos 20 anos, o negócio é maneirar no exibicionismo, que fica muito mais chique.


P.S.: encontrei esta foto na internet, que prova que dá para ficar elegante mesmo com sobrepeso. Viu, Mães (90% delas, eu inclusa): não é para desanimar!!!

3 comentários:

  1. Antes de falar QUALQUER COISA vou dizer a EXPRESSÃO que soltei assim que vi a foto:



    "AI QUE LINDA!!!"


    Sério.
    Foi assim mesmo. HAHAHA

    Achei uma preciosidade.
    Que graça!

    E realmente...Nada mais feminino que uma saia evasê, um envelope e uma pequena manguinha pra ajudar nos bracinhos. Cortes que super ajudam quem está mais gordinha ou é mais encorpadinha :)
    - e para nós, que temos biotipo pra essa tendência e que ao ser mães ganham SIM aquela barriguinha difiiiicil de matar, é uma alternativa e tanto! -
    E acho que rejuvenesce na medida certa. É aquele tipo de look que costumo descrever como: "Tem a maturidade adequada aos 50's, mas valorizando também a jovialidade e energia que também possuem."
    Tal feminilidade, oferece leveza e charme. O corte favorece o físico, mas rejuvenesce ao ter essa vitalidade e fluidez nas formas. O efeito feminino sempre nos dá sensações mais frescas.
    (e um toque de estrutura sempre nos resgata das nossas imperfeições! hahaha sou fã!)

    Concordo que a adequação faz toda a diferença.
    Acho que a faixa etária dos 15~20 é também bem heterogênea, e tem até seu certo charme porque as formas de variar COM TENDÊNCIAS são incontáveis (e eu tive de aprender muito disso nos últimos anos por conta do efeito da perda do "corpinho ilustre da idade." - santo cursinho.)
    Quanto digo heterogênea me refiro ao fato de apesar de se ver um sinequanon na forma de se vestir, tendências mais visíveis e até mais repetitivas (já que o corpo geralmente comporta), as colocações são das mais variadas e possíveis.
    Eu, como próprio exemplo, já estive em condições físicas melhores (BEM melhores) para uma bandage skirt, porém percebi que poderia alterar a colocação e ao invés de cintura marcada e blusa curtinha, usar uma blusa mais longa que encobrisse a saia até um bom ponto, me alongasse e valorizasse o que ainda está bem (no caso,as pernas).
    Voilá!
    Mas essa é uma alternativa que vale para mim pois, apesar de estar fora de forma, ainda tenho a força do colágeno e da elastina haha

    Mas acontece que o mesmo jogo acaba acontecendo com as adultas, em que cada uma busca ajudar o que está bom e disfarçar o que não está ou não é muito legal. (porém,esse ato é mais recorrente e evidenciado comparadas á idades mais juvenis)
    Mas as colocações e alternativas acabam sendo mais criativas nos detalhes. Uma aposta nos braços, outra nas pernas, outra no busto, um sapato mais interessante, uma bolsa, uma textura, uma jóia, o penteado...e é ai que vemos a variabilidade, e isso é encantador pois é de um jogo de cintura e criatividade maravilhosos! Além de maturidade e bom senso para saber o que lhe cai bem (Fisico e idade), e combinar com o estilo próprio+ocasião+tendência.
    Se tornam mais delicadas as colocações de moda, inclusive pelos tipos de detalhe que se tomam mais cuidado - como bolsas, sapatos e jóias.
    É REFINADO.

    O que vejo que acontece muito, são alternativas semelhantes em cortes já que determinadas condições físicas são mais comuns, então eles acabam se repetindo. (o evasê, o corte reto, blazer, manga média, etc etc)

    Recentemente, minha mãe mesma já anda refletindo sobre chegar a fase de usar transparências no colo para disfarçar as pequenas imperfeições da pele e tornar mais discreto o efeito de decotes e exposições. (mesmo esses já nem sendo vertiginosos)
    E mesmo que se tenha uma característica que está com "tudo em cima" ela precisa ser valorizada com mais sutileza e (Repetindo) REFINAMENTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vão se ganhando alternativas, cada fase com sua possibilidade. Não é? Se para as adultas fica mais dificil, eu nao sei e nem posso afirmar, ao que aparenta dificulta um pouco sim, mas torna-se mais interessante no meu ponto de vista.

      Mas creio que o foco principal de tudo isso, é sempre lembrar que a elegância está em destacar a PRÓPRIA idade COM VITALIDADE! Ter 20 é ótimo, e ter 50 também é ótimo.
      Certamente estar mais magra ajuda (e muito - inclusive pra quem tem 20) e facilita horrores na hora de se vestir e achar o caimento perfeito, além da própria elegância da silhueta magra (coisa que a moda tanto exige e determina, ainda mais a atual), mas notar que alguém está lindo na sua idade e cheio de vivacidade nas condições físicas ou estéticas que tenham chegado (seja ela faixa dos 15,30,50,70..) , é realmente encantador.

      Nada mais elegante, de verdade, que acompanhar e valorizar a própria idade, a própria beleza, e o próprio estilo.

      (Recentemente, saiu uma matéria sobre os looks do Golden Globes, e o destaque e maior admiração foram para três damas: Meryl Streep (<3 minha diva haha), Glenn Close e Helen Mirren (LINDA!!) por valorizarem com tanta classe (altivez+noção+refinamento) e beleza suas idades. E foi maravilhoso, estavam lindissimas e radiantes com suas rugas dignissimas!)

      Acho que por isso eu sempre fico impressionada com mães...a vitalidade e a segurança surgem de algo muito maior. Vão bem além do que nós, jovens, passamos que é o simples efeito natural da própria juventude em si.
      Por isso tão feio e até ridículo quando vejo gente que apela pra isso como se fosse o must do must. Não deprecie sua faixa, suas passagens e evoluções.

      O mais legal de faixas mais juvenis é que as coisas são mais toleráveis, mesmo que não necessariamente esteja bom. A pele esticadinha e o corpinho geralmente bonitinho dão uma amenizada no fail.
      Mas eu, particularmente, vejo mais charme na elaboração delicada do look.
      (Pra quem é jovem, a valorização da própria beleza, estilo e biotipo é mais sofrível pois a pressão de 'padronagem' é absurda. Eu JAMAIS terei 1,80 e tampouco um biotipo magro-musculoso e seco. Posso ter 45kg e musculos firmes. SÓ haha mas acho que é suficiente para estar BEM e BONITA.
      Mas eis que me relembro que a Adelle foi capa da VOGUE. Ela foi emagrecendo mas, além de ser visivelmente bonita, mostra como é possível encantar com sua própria beleza, e ainda ter tanta elegância e inclusive carisma com seus BONS quilinhos a mais.)

      Que sensação incrível e deliciosa ver como cada idade tem seu encanto e seu charme, e que gordinhas, magrinhas, enrugadas ou o que for, podem encantar maravilhosamente.
      Essa pressão e conceito de que "só juventude é bacana" ou que "juventude comporta tudo" nem sempre é verdadeira. (mas essa discussão eu deixo para a post que estou escrevendo pra você ;D)


      E estou apaixonada pela graça desse vestidinho. Que coisa mimosamente linda! hahaha graça, graça graça! Inclusive nos tecidos, elegantíssimos e muito nobres. PERFEITO!

      E M, vale elogiar de novo e dizer que você está ótima? ;) infelizmente, sei o maldito sentimento de estar sobrepeso (tanto na minha visao pessoal, como da minha mae, tias, maes de amigas...etc) mas elogios valem assim mesmo. Você está linda, e sempre mostra muito charme, desenvoltura e bom senso na produção dos looks. Isso vale milhões! haha
      Não resolve o sobrepeso, mas elogios sempre são gostosos de curtir, e como você mesma disse, NÃO DESANIMAR (Afinal,nao é motivo para isso.) :)
      ;)
      Beijos!

      p.s. E como foi a formatura? :) espero que tenha sido tudo lindo!
      e seu look, o que VOCE bolou? :D

      Droga ando muito descontrolada. Escrevendo DEMAIS da conta haha desculpe!=X

      Excluir
  2. Também achei esse vestido uma inspiração. Mostra que, mesmo não sendo muito fácil achar coisas adequadas ao corpo/idade, É POSSÍVEL acertar, sim! Bjs.

    ResponderExcluir

Seu comentário estará visível após moderação. Obrigada!