segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Estilo próprio

Tive uma professora no colégio que tinha um estilo próprio extremamente definido: ela se vestia como uma mulher dos anos 40.
Vestidos escuros, bolsas pequenas e estruturadas, sapatos fechados com laços. Invariavelmente.

Nós achávamos, na ingenuidade da adolescência, que ela não tinha qualquer senso estético. Na verdade, ela tinha sim, e muito - só não estava coerente com o tempo em que estávamos vivendo. Daí, ela era mal interpretada.

O que prova que o dito "tenho estilo, não sigo a moda", não faz ninguém ser automaticamente elegante e bem aceito.

A moda, com suas guinadas e caprichos, acrescenta muito a como podemos nos mostrar aos outros. Dá tempero, dá oportunidade de integração. E fazer parte de um grupo, ter o sentido de "pertencer" é importantíssimo para nós, animais sociais que somos.

Portanto:
  • Você segue moda?  Bom! Você está antenada com seu tempo.
  • Você tem um estilo de base, que aponta o que você vai pegar da moda atual, o que vai deixar de lado?  Perfeito, esse é o ideal. (na minha humilde opinião, claro!)  ;)

5 comentários:

  1. Bela Post :)
    Sem duvidas a moda pode agregar, como qualquer outra coisa que nos ensine algo e melhore o que temos e que faz parte do nosso cotidiano. É um polimento e acho que muito prazeroso :) Identificar-se e poder integrar-se desse modo faz bem e ajuda muito também.
    Infelizmente,ha uma grande confusao sobre estilo estar associado com estar na moda ou não. Pode ser,como pode nao ser, né? Vemos catástrofes de ambos os lados o tempo todo. Certamente esse não é o ponto definitivo para se dizer que há estilo,elegância ou personalidade.
    Moda faz bem,ter bom senso (adequação) tanto quanto, e quando mesclados á identidade, melhor ainda =)

    "Você segue moda? Bom! Você está antenada com seu tempo.
    Você tem um estilo de base, que aponta o que você vai pegar da moda atual, o que vai deixar de lado? Perfeito, esse é o ideal. (na minha humilde opinião, claro!) ;)"

    E na minha modesta,também =)

    ResponderExcluir
  2. p.s. O caso da professora me lembrou a estilista contemporânea Laura Bennett,que segue uma linha 40's mas devidamente atualizada. Ela é um dos atuais ícones de elegância,criatividade e maternidade (6 filhos!)
    Não sei se você a conhece, mas ela é muito inspiradora e admirável. Quando puder, procure um pouco, talvez você goste. =)
    Tim Gunn a adora por esse arrojo e sempre a usa como ilustração para quem tá nos 30-entas em seus programas e colunas. =) não somente por estilo,mas por todo o conjunto.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Carol,
    Segui o Project Runway em que ela participou e, realmente, gosto do seu estilo e do sorriso simpaticíssimo. O mais incrível é que, em 2007, ela desenhou um vestido para o desfile final com dois itens que se tornaram presentes em todas as FW de 2010: renda e plumas. Depois posto uma foto. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Ah legal! Imaginei que voce pudesse conhecer ;) ela é bem conhecida e o PR é um programasso! hahaha
    Aquela coleção final foi incrível (<3 renda). Uma pena não ter vencido, mas estava difícil escolher..o nível era impecável. Mas ela é maravilhosamente vanguarda, a tal prova é justamente o que você disse,sobre a FW2010.
    Por sinal,ela foi alegria na vida para mim hahahaha como eu aguardei que entrasse esse tipo de linha..as últimas tendências tem me deixado bem feliz rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ah! você vem acompanhando a última temporada do PR? Nao tenho ideia do que esteja rolando, os meus horarios nao batem e urgh preguiça de baixar os episódios. HAHAHA
    Soube que criaram uma versão tupiniquim também, mas....receeeiio.. prefiro esperar pra ver no que vai dar isso. HAHA

    ResponderExcluir

Seu comentário estará visível após moderação. Obrigada!